terça-feira, 25 de agosto de 2009

Cacos de Coração

Entre ladeiras e barrancos
Pilares e concretos pelo chão
Aqui se encontra o meu coração
Inteiramente seu

Guardei por um tempo
Temia pela falta de batimento
Sentia o descontentamento
Me assolando sem pausa

Revirava toda madrugada
Esperando uma reação
Mas sempre faltava
Um pouco de emoção

Entrego-lhe despedaçado
Não precisa ser um bom observador
Para notar o tamanho da dor
Que aqui se encontra

Caso não goste
Peço que não o jogue por aí
Amarre-o e o coloque
Dentro de mim

Estarei cansada demais para contar cacos
Juntar pedaços
Encontrar as falhas
Pretendo mantê-lo sem muita alegria

Mas ficaria muito grata
Se por ventura em alguma tarde ensolarada
Você conseguir fazer
Com que ele volte a sentir

3 comentários:

Anônimo disse...

xD
muito lindo, roberta!
eu ja tenho dificuldade de deixar meu coração assim nas maos de outra pessoa. mas precisa-se de coragem para faze-lo

=*

Saumensch disse...

Que lindo!!

Saudades de vc!

Beijo!

Yumi disse...

Lindo poema
Um pouco triste, mas de fato com muito sentimento