domingo, 9 de janeiro de 2011

O som de um coração



Através de quantas poesias finalmente escutará o meu coração?

Cada vez mais perto

De passos cada vez mais lentos

Em uma órbita totalmente desligada

Distante

Inóspita

Em uma batida sem som

Sem alguém para aproveitá-la

Mas eu estarei lá...

Eu estou lá...

2 comentários:

Mauricio disse...

Muito bonito meu anjo!

=**

Diego Fernandes disse...

Já estava com saudade de seus textos. Adorei esse. Beijo.

=)