quarta-feira, 30 de março de 2011

Sapato velho


Sapato velho
Sujo
Imundo
Em retalhos
Jogado no canto
Esquecido
Invisível

8 comentários:

Anônimo disse...

"É! Talvez eu seja
Simplesmente
Como um sapato velho
Mas ainda sirvo
Se você quiser
Basta você me calçar
Que eu aqueço o frio
Dos seus pés..."

Acho que seus versos não quiseram somente falar de um sapato velho, esquecido num canto, já nem lembrado; mas sim fazer uma comparação um pouco mais vasta. Se for, eu acredito que nada nessa vida envelhece se mantermos a essência fundamental para que tudo continue vivo, novo, como um sol que envelhece todos os dias, mas nasce radiante e iluminando tudo ao seu redor.

Obrigada pelas constantes visitas, Roberta!

Beijos!

Julliany kotona disse...

Amei seu blog,estou a te seguir e sempre estarei aqui a te ler e comentar,um grande beijo tenha um exelente dia.

Julliany kotona disse...

"Sorria,
Sempre nos momentos
de tristeza e angústia
Para que a alma não se acostume ao sofrimento,
não se cale em desespero,
e não adormeça eternamente
Sorria,
Para que a vida seja mais bela
Para que o amor seja mais forte e verdadeiro
Para que as flores e tudo mais possam fazer sentido
Sorria
Sempre que a vida parecer confusa
Para que as luzes possam brilhar,
e para que as respostas e soluções possam surgir,
para os problemas serem mais fáceis de serem resolvidos...
Sorria
Em todos os momentos da vida
Porque o sorriso é um remédio para
todas as dores, e um meio de se chegar
a completa e verdadeira Felicidade"!

Tenha um exelente fim de semana de muitas realizações bjos.

Zé Carlos disse...

Roberta, me desculpe aa invaasão, mas vi Engenharia e como foi minha profisssão amada não resisti e saí ganhando.

Espetacular seu blog, desde o template acho que feito especial para você, seus textos, poemas, tido escolhido com um bom gosto supremo.

Continue dando esta show de trabalho. Bjs do novo amigo, Zé Carlos

Hely ° disse...

Obrigada pela visita...
to seguindo aqui...

Me segue também?
meninasegredos.blogspot.com

Bjaum.*.*.

~ Bruh worspite disse...

Diferente este post!
Gostei ;*


http://bruhworspite.blogspot.com

Amapola disse...

Boa noite.

Já me senti assim várias vezes. Hoje, não mais.

Um grande abraço.
Maria Auxiliadora (Amapola)

Misael Abreu disse...

Como é bom ver sempre o lado bom das coisas. Até mesmo um sapato velho é uma lição de vida. E quantas vezes perdemos algo que realmente tinha valor simplesmente porque não víamos serventia? E na verdade estava tudo o que necessitávamos naquela coisa que desprezávamos... Nunca me esquecerei da figura do sapato!