terça-feira, 19 de julho de 2011

Livros!

Ultimamente o meu rendimento com relação a leitura está fraco, tanto que faz umas duas semanas que não termino um... Na verdade, fugindo da maioria das pessoas, eu leio com mais facilidade livros digitalizados, e como eu decidi abrir todas as folhas que estão me chamando fazem um bom tempo, resolvi deixar o computador para essa finalidade de lado, já que continuar aqui é sinônimo de atraso na certa. Para ajudar na minha motivação irei fazer um post sobre os coitadinhos, mas, nada de resenhas da minha autoria, até pelo motivo de não ter terminado, colocarei a sinopse deles.

Sinopse - A Situação Humana - Aldous Huxley
Em 1959, Aldous Huxley proferiu uma série de conferências na Universidade da Califórnia, que foram excepcionais por sua visão e vasta erudição.O tema de Huxley foi o relacionamento do Homem com seu planeta e ele abordou questões que se
tornaram - comoanteviu - cruciais para a sobrevivência da civilização.Estes ensaios foram agora reunidos para a publicação e nos fazem relembrar não só a grandeza intelectual de Huxley, seu profundo conhecimento de Literatura, Ciência e Filosofia, como também a extraordinária clareza e perspicácia de seu pensamento.







Sinopse - O Morro Dos Ventos Uivantes - Emily Brontë
Na fazenda chamada Morro dos Ventos Uivantes nasce uma paixão devastadora entre Heathcliff e Catherine, amigos de infância e cruelmente separados pelo destino. Mas a união do casal é mais forte do que qualquer tormenta: um amor proibido que deixará rastros de ira e vingança. "Meu amor por Heathcliff é como uma rocha eterna. Eu sou Heathcliff", diz a apaixonada Cathy. O único romance escrito por Emily Brontë e uma das histórias de amor mais belas de todos os tempos, O morro dos ventos uivantes é um clássico da literatura inglesa e tornou-se o livro favorito de milhares de pessoas.










Sinopse - Os Vagabundos Iluminados - Jack Kerouac
"A vida é linda, e poucos conseguem colocar no papel todo seu sabor e maravilhamento e tristeza e humor de um jeito mais interessante que Kerouac"

Luther Nichols, San Francisco Examiner

Considerado por muitos especialistas e fãs da literatura beat como o melhor romance de Jack "On the road" Kerouac, Os vagabundos iluminados (The dharma bums) conta a história de uma busca pela verdade e pela iluminação. O protagonista, Ray Smith, é um aspirante a escritor de San Francisco que anseia por algo mais na vida. Esse algo mais será apresentado a ele por Japhy Rider – um jovem zen-budista adepto do montanhismo que vive com um mínimo de dinheiro, alheio à sociedade de consumo norte-americana.Em meio a festas, bebedeiras, garotas, jam sessions, saraus poéticos, orgias zen-budistas e viagens, Os vagabundos iluminados – lançado nos Estados Unidos em 1958, apenas um ano após o estouro de On the road, e somente agora publicado no Brasil – é, sem dúvida alguma, uma obra à altura da sua irmã mais famosa. O estilo turbinado, superadjetivado e livre de Kerouac exala doses nunca vistas de humor, sabedoria e contagiante gosto pela vida. Temos aqui uma geração beat mais beatífica, mais otimista e mais tranqüila. Em suma: mais iluminada.


Beijocas ;*

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu ando preguiçosa para ler. No comecinho do ano eu conseguia ler uns três ou quatro livros por mês. Mas agora... chego a ficar dois meses enrolando.

Dos livros que você citou, só li O Morro dos Ventos Uivantes quando eu tinha uns 17 anos; Kerouac eu só peguei On The Road ; e Aldous nunca me interessou muito.

Talvez eu acrescente mais esses dois na lista de próximas leituras :)

- Bruh ★ disse...

Oie
Tbm to nessa, começo a ler um livro e fica dificil terminar, rsrs
Mas adorei as dicas e a nova cara do blog ;]


bjs
http://bruhworspite.blogspot.com/