quinta-feira, 28 de abril de 2011

Meus dias...

Hoje está um dia chuvoso e relativamente calmo, bom para concluir algumas leituras que andam pendentes, na realidade todo dia é bom para concluí-las. Apesar de meio chuvoso, não está frio, a temperatura está mais amena que o de costume, mas nada que me faça entrar nas cobertas e tomar chocolate quente, e isso acontece aqui ? rs!
Há um tempo atrás eu havia comentado que tinha passado em um curso técnico do IFS, e hoje eu estou vendo que não é exatamente isso o que eu quero, pois bem... Passei dois anos tentando entrar na federal para arquitetura, sem sucesso, e quando entro em algo semelhante a área, simplesmente vejo que não é o que quero, não alimentou em nada meus instintos, e quais seriam eles? Agora estou em dúvidas aborrecentes sobre qual seria esse curso, e enquanto isso, maquinando uma forma de ganhar dinheiro.
Sabe a sensação de tempo perdido? Pois é.
Mudando de assunto

Ontem milagrosamente eu concluí Despertar : uma vida de Buda, Jack Kerouac, ajudou um pouco a conseguir ver as situações com mais de equilíbrio, deixar um pouco mais aliviada e a enxergar de outra forma minha atitudes. Teve umas dez folhas próximo ao final do livros que se tornaram argh, mas nada que afetasse o seu rumo.
Estou lendo [tentando ler cof cof] todas as Crônicas de Nárnia, vou começar a leitura de O cavalo e seu menino, as duas anteriores que eu havia lido ( O sobrinho do mago e O leão, a feiticeira e o guarda-roupa) foram lindas, é algo onde a imaginação flui com tamanha facilidade, muito fantástico!
Li a Arte da Guerra essa semana, quem gostou, gostou... Meu namorado mesmo eleva o livro de uma forma que parece que todos os problemas administrativos de uma empresa vão embora com essa leitura, enquanto a mim, bom, não serviu p'ra muita coisa não.

3 comentários:

JB disse...

Trabalhar realmente numa área que não nos dá gosto, deve ser um sacrifício! É claro que às vezes é necessário... e mais complicado é quando criamos expectativas e nos apercebemos que o que fazemos não nos motiva, não nos "alimenta"...
Independentemente do estado em que se encontra, gosto muito do que faço, aliás gosto demasiado! :)

Retomar um novo caminho, por vezes é mesmo a única solução.

Beijinho

Kati Froes disse...

Te entendo viu, sei como é essa sensação de tempo perdido. =/ mas o negócio é seguir em frente!
Nossa ouço falar muito de A arte da guerra, mas não consegui passar das primeiras páginas.. rs
Até mais.. beijo

- Bruh ★ disse...

Oiee
É isto ocorre muito, enquanto um livro ajuda muito a um, ao outro nem tanto. Faz parte, e com o tempo vc vai ver que não precisar de livros para resolver tais pendências
Se precisar irá encontrar o certo!

beijos
bom fds
http://bruhworspite.blogspot.com/